Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ophélia

Livros. Filmes. Música. Poemas.

Ophélia

Livros. Filmes. Música. Poemas.


Publicado por Patrícia Caneira

20.07.20

0542876C-2D79-45CB-B672-EA834090963A.JPGAssim que comecei a ser uma leitora mais assídua que muitas vezes ouvi e li "quem gosta de livros e de escrever não pode morrer sem ler Vargas LLosa". Como não sabemos nada desta vida nem deste mundo não quis dar chance de acontecer algum percalço pelo caminho e não chegar a tempo de ler o autor. Foi assim que numa boa promoção me chegou cá a casa Travessuras da Menina Má. No entanto, esta não foi uma leitura linear, confesso.

Para começar cometi a grande asneira de comprar o formato livro de bolso e isso  dificultou-me bastante a vida, já que as 384 páginas em letras pequeninas me desmotivaram. Depois, comecei a ler a obra e percebi que me exigia alguma concentração, não que a escrita de Vargas LLosa seja algo impossível mas porque a contextualização histórica e todo o enlace pedem-nos foco máximo. 

Posto isto, demorei algum tempo a chegar a meio do livro mas assim que lá cheguei a segunda metade foi lida numa só manhã. Travessuras da Menina Má conta a história de um amor de uma vida inteira onde Ricardito se apaixona em miúdo pela menina má e mais tarde, a viver o seu sonho em Paris, reencontra-a novamente, o que muda a sua vida para sempre.

Ao longo da obra a menina má muda de país, de figura e até de nome e vão-se dando encontros com Ricardito,ou o menino bom como ela lhe chama, muitas vezes casuais e outras nem por isso. Em suma, o romance de Mario Vargas Llosa conta uma história de vida e de amor, onde o amor não é suficiente principalmente quando quem ama são opostos que buscam coisas completamente diferentes. De um lado, a menina má que encarna a ambição, o poder e a riqueza e do outro, o menino bom, que só ambiciona viver em Paris modestamente e desfrutar de um café numa esplanada.

- Tens ciúmes? Disse-lhe que sim, muitos. E que estava tão bonita que venderia a minha alma ao diabo, o que quer que fosse, só para fazer amor com ela ou, sequer, beijá-la. Peguei-lhe na mão e beijei-a.

Não desvendando mais, porque este é um livro que realmente todos os amantes de leituras e escrita devem ler antes de morrer, apelo a que não tenham medo de se aventurar em obras mais complexas nem de demorar o vosso tempo a devorá-las e compreendê-las. A magia dos livros é que nos tocam a todos com ritmos e intensidades diferentes. 

E vocês, já leram Mario Vargas LLosas? O que acharam?

Travessuras da Menina Má
Mario Vargas Llosa
384 páginas
★★★★☆


Publicado por Patrícia Caneira

06.07.20

A minha terra tem gente com muitos anos,
Que nunca vergou com o tempo.
Mas a minha terra também tem gente que ainda agora nasceu,
E já fala de punho feito nas raízes que ali criou.
Da minha terra saem homens e mulheres que trabalham de sol a sol,
Que chegam ao fim do dia em busca de uma lareira que crepita devagar,
E anuncia na vizinhança que ali mora alguém.

A minha terra tem gente que com as mãos deu à luz,
Amassa o pão,
Sente a água fria do tanque,
E borda com cores vibrantes os tecidos brancos escolhidos a dedo.
A minha terra não é paragem de turistas,
Mas é morada de casa.
A minha terra é mais do que uma igreja,
Mais do que bancos de jardim.
Mais do que largos ocupados por pedras da calçada.
A minha terra é feita de gente.
Gente que lhe dá nome e história,
Que recebe todos os que passam de sorriso largo e voz alta.
Não fosse esta gente, verdadeiramente ribatejana.
A minha terra é feita de alma,
Que está presa dentro de toda esta gente.
Que se esconde no luto que veste,
Nas músicas que canta,
E nas flores que colhe dos quintais.
A minha terra é a mais bonita do mapa,
Mesmo que por vezes nem lá apareça.
E é no segredo escondido da charneca,
Que vive a minha gente,
Alimentada a alma e tradição.

Patrícia Caneira

Sobre mim

foto do autor

Ophélia está a ler

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub