Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ophélia

Livros. Filmes. Música. Poemas.

Ophélia

Livros. Filmes. Música. Poemas.


Publicado por Patrícia Caneira

15.06.20

IMG_5706.PNG

O livro de maio, que consta da lista que escrevi aqui, só foi terminado em junho por força das circunstâncias, que acredito definirem sempre as leituras. Chegou à minha estante há alguns anos emprestado por uma amiga que achou que ia identificar alguém próximo com a personagem. Assim foi. J. D. Salinger não tem uma escrita difícil e a história de Holden é fácil de entender até porque quem é que não percebe de solidão, rebeldia e descontentamento?

 À Espera no Centeio é uma ode aos inconformistas, que conta através de Holden Caulfield os dias seguintes à sua expulsão do colégio cheio de "armantes" e cretinos onde os pais o tinham inscrito. Esta é uma história sobre um miúdo cheio de sarcasmo e vazio de companhia, que nos mostra ao longo dos capítulos que está só e que não vê o seu lugar no mundo em parte nenhuma. Fala-nos da inocência de ser jovem e da dureza da vida adulta.

Mas enfim, ponho-me a imaginar uma data de miuditos a brincar a um jogo qualquer num grande campo de centeio e tal. Milhares de miuditos, e ninguém por perto, ninguém crescido, quero eu dizer, a não ser eu. E eu fico ali na borda de um abismo lixado. E o que eu tenho de fazer é ficar à espera no centeio e apanhar todos os que desatarem a correr para o abismo (...). Era só isso que fazia o dia inteiro. Só estar ali à espera, a apanhar os miúdos no centeio e tal. Eu sei que é uma coisa maluca, mas é a única coisa que eu gostava de ser.

Publicado em pleno século XX, este foi um dos maiores sucessos de Salinger e diria que isto se justifica pela capacidade que tem em se adaptar aos tempos. Ler À Espera no Centeio hoje ou daqui a 50 anos comportará a mesma atualidade que tinha em 1951. Não é um livro com um final surpreendente nem com um enrendo incrível mas é um livro necessário a todas as prateleiras, não só porque nos ensina a criar empatia mas como também nos mostra, entre sarcasmos e frases súbtis, que o amor está nas saudades. 

 E vocês já leram À Espera no Centeio

À Espera no Centeio
J. D. Salinger
240 páginas
★★☆☆☆

 

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sobre mim

foto do autor

Ophélia está a ler

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub